Nascimento – Tainá

“Flor, eu me chamo Sandryne, tenho 36 anos e estou grávida de 31 semanas da Tainá. É a minha quarta gestação. Meu primeiro filho nasceu prematuro extremo, lutou por 157 dias numa UTI neonatal, mas teve que partir. Um ano depois da perda eu engravidei e com 16 semanas, o coração da Lara parou de bater. 10 meses depois, mais uma gestação, dessa vez anembrionada. Eu conheço teu trabalho há um tempo, mas nunca te procurei porque imagino que você é inacessível pra mim financeiramente. Mas agora resolvi tentar! Eu queria muito ver a emoção da minha família de um jeito único, como através do teu olhar. O sofrimento por todo esse histórico que te resumi não é só meu. É de toda uma família. E eu queria muito que a Tainá soubesse o quanto é amada e o quanto sua chegada nos fez feliz”. Foi assim que Sandryne entrou em contato comigo. Ela me julgou inacessível durante muito tempo, mas não sabe ela a imensa alegria que senti por ter sido escolhida para contar a história desse encontro. Fiquei tão ansiosa quanto eles, tão emocionada como eles. Agradeço por participar de um momento tão especial ♡ cv (1)cv (2)cv (3)cv (4)cv (5)cv (6)cv (7)cv (8)cv (9)cv (10)cv (11)cv (12)cv (13)cv (14)cv (16)cv (18)cv (19)cv (17)cv (20)

Anúncios